Cadernos Pagu


 
ISSN 0104-8333 (impressa)
ISSN 1809-4449 (on-line)
 
 
 
 
cadernos pagu, publicação quadrimestral interdisciplinar, tem como objetivo contribuir para a ampliação e o fortalecimento do campo interdisciplinar de estudos de gênero, dando visibilidade à produção realizada no Brasil e promovendo o intercâmbio de conhecimento internacional sobre a problemática. Publica artigos inéditos com contribuições científicas originais, que colaborem para a inovação teórica, metodológica e/ou agreguem conhecimento empírico inovador, e debates em torno de textos teóricos relevantes no campo dos estudos de gênero, viabilizando, assim, a difusão de conhecimentos na área e a leitura crítica da produção internacional.
 
cadernos pagu é uma revista online, de acesso aberto e gratuito. Todo o material publicado, inclusive no período anterior à indexação no SciELO, se encontra disponível em http://www.pagu.unicamp.br/pt-br/cadernos-pagu e http://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu
 
Tem publicado contribuições das seguintes áreas: Antropologia, Sociologia, História, Ciência Política, Letras e Linguística, História da Ciência, Educação. Mais recentemente, também de áreas como Direito, Psicologia, Comunicação, Saúde Coletiva e Serviço Social. Estimula a publicação de artigos de diferentes áreas disciplinares, desde que estabeleçam uma discussão com as teorias de gênero e feministas, buscando articulações entre gênero e outras diferenças (raça/etnia, cultura, classe, idade/geração, sexualidade e outras). São bem-vindas contribuições em língua portuguesa, espanhola ou inglesa.
 
A publicação dos cadernos pagu iniciou-se em 1993 e desde então vem contribuindo para a constituição do campo de estudos de gênero no Brasil. A revista foi criada em um momento em que os estudos de gênero já contavam com alguma legitimidade acadêmica no país e a intenção era ampliar sua visibilidade, difundindo e estimulando a produção de conhecimento na área.
 
A criação do cadernos pagu foi resultado de mais de dois anos de leituras, pesquisas e debates, nos quais integrantes do Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu mapeavam os avanços na produção sobre gênero e seus impasses. O primeiro número foi inteiramente redigido por integrantes do Núcleo, cujos artigos esboçavam essas inquietações. Entre o segundo e o terceiro número, a publicação redefiniu sua política editorial e, simultaneamente, abriu para contribuições de pesquisadoras/es brasileiras/os e estrangeiras/os. Para tanto, constituiu-se um corpo de pareceristas ad-hoc e foram criados o Comitê e o Conselho Editorial. A partir do quinto número, a revista contou com financiamento externo à universidade.
 
De fato, há dois momentos na história da publicação, visíveis em diversos aspectos da revista, que estão ligados à obtenção do apoio de diversas agências -FAPESP, FAEPEx (Fundo de Apoio ao Ensino, à Pesquisa e à Extensão, da Unicamp) e, sobretudo, CNPq, que concedeu o apoio mais relevante em termos de recursos e de continuidade a partir de 1996. Esses financiamentos foram cruciais para o crescimento da publicação, não apenas no que se refere à melhoria da qualidade gráfica e à incorporação de maior número de textos, mas também à adequação às normas editoriais, à ampliação do Conselho Editorial, ao registro em diversos indexadores nacionais e internacionais.
 
A abreviatura de seu título é Cad. Pagu, que deve ser utilizado em bibliografias, notas de pé-de-página, referências e notas bibliográficas.
 
Missão
cadernos pagu, publicação quadrimestral interdisciplinar, tem como objetivo contribuir para a ampliação e fortalecimento do campo interdisciplinar de estudos de gênero no Brasil e para o intercâmbio do conhecimento produzido em âmbito internacional. Publica artigos inéditos com contribuições científicas originais, que colaborem para a inovação teórica, metodológica e/ou agreguem conhecimento empírico inovador, e debates em torno de textos teóricos relevantes no campo dos estudos de gênero, viabilizando, assim, a difusão de conhecimentos na área e a leitura crítica da produção internacional.
 
 
Fontes de Indexação
Claseand Periodica
CSA Social Services Abstracts (Cambridge Scientific Abstracts)
CSA Sociological Abstracts (Cambridge Scientific Abstracts)
Current Abstracts
Dietrich's Index Philosophicus
DOAJ - Directoryof Open Access Journals
EZB - ElektronischeZeitschriftenbibliothek
Google Scholar
HandbookofLatin American Studies
Hispanic American Periodical Index (HAPI)
IBR - InternationalBibliographyof Book ReviewsofScholarlyLiterature
IBZ - InternationaleBibliographie der Geistes- undSozialwissenschaftlichenZeitschriftenliteratur
LATINDEX
LivRe! - Portal do Conhecimento Nuclear
MLA InternationalBibliography
The Open Access Digital Library
PKP - PublicKnowledge Project
Political Science Complete
Portal de Periódicos CAPES
Portal de Periódicos Eletrônicos Científicos (UNICAMP)
ROAD – Directory of Open Access Scholarly Resources
SciELO
Scopus
Social Planning/Policy and Development Abstracts
SocINDEX
SocINDEX with Full Text
Sociological Abstracts
TOC Premier (Table of Contents)
Ulrich´s Web
Women's Studies International
Worldwide Political Science Abstracts
 
Divulgação em Catálogos, Bibliotecas Virtuais e Índices de métricas
Biblioteca Virtual Mulher
Catálogo Coletivo Nacional (CCN/IBICT)
Catálogo Acervus - UNICAMP
CLACSO – Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales
HEAL Link (HellenicAcademicLibraries Link)
ResearchingBrazil (Indiana University)
SCImagoJournal& Country Rank
Socolar (China EducationalPublicationsImport&Export Corporation)
 
Propriedade intelectual
Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons do tipo atribuição BY-NC.
 
Patrocinadores
 
Apoio permanente
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq
 
Apoios pontuais
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Fapesp
Fundo de Apoio ao Ensino, à Pesquisa e à Extensão - Faepex/Unicamp
Caixa Econômica Federal - CEF
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes